rodoviaria02

Volta às aulas em Betim é marcada com inauguração de três novas creches

29-07-2019Foto: Prefeitura de Betim

As férias de julho chegaram ao fim e as escolas municipais se preparam para abrir as portas na próxima quinta-feira, 1º. De acordo com a Secretaria Municipal da Educação (Semed), cerca de 40 mil alunos do Ensino Fundamental e 16 mil da Educação Infantil são aguardados nas escolas e nos Centros Infantis Municipais (CIM), além das creches conveniadas do município. O segundo semestre de 2019 será marcado com a entrega de três novas unidades da Educação Infantil para a população. Após anos de espera, os moradores dos bairros Vila Cristina, Citrolândia e Angolaterão motivos de sobra para comemorar.

Apesar das aulas começarem no dia 1º, os professores se apresentam um dia antes, na quarta-feira, 31, para se dedicarem ao planejamento do 2º semestre letivo de 2019 e traçar novas metas para a área do pedagógico dos alunos. O calendário escolar deste ano prevê o cumprimento de 200 dias letivos e das 800 horas de trabalho escolar no decorrer de 2019. O primeiro semestre finalizou em 29 de junho, e foram 30 dias de férias.

"Durante as férias, as escolas passaram por pequenas reformas, com o objetivo de oferecer melhores condições de trabalho para os profissionais e um ambiente de ensino mais confortável aos alunos e, com isso, construir uma educação de qualidade para todos. A Oficina do Bem também seguem com a fabricação e recuperação de mobiliários para as unidades escolares", afirmou Pedro Pinto, secretário Municipal da Educação.

Inaugurações de novas creches
Construídas por meio de uma contrapartida das empresas que compõem a Via das Indústrias e da Viação Santa Edwiges, as novas creches serão entregues para os betinenses nos próximos dias e contará com a presença de toda a população para conhecer os novos espaços. As inscrições para as vagas abertas nas três novas creches, localizadas nos bairros Vila Cristina, Angola e Citrolândia, serão na quarta-feira, 31, e quinta-feira, 1º de agosto.

Cada uma das creches recebeu um investimento de cerca de R$ 1,25 milhão e terá capacidade de atender até 420 alunos de 0 a 5 anos (creche e pré-escola) em período integral. Tudo isso para oferecer, aos educadores e alunos, um ambiente propício para o desenvolvimento cognitivo das crianças e condições cada vez melhores de trabalho para os profissionais. Vale lembrar que o investimento em educação, com construção e modernização da rede escolar infantil municipal, é um dos compromissos do prefeito Vittorio Medioli para com a população betinense.

O projeto arquitetônico tem assinatura da ECOS e segue o modelo padrão inspirado nas unidades da Fundação Medioli. Na prática, os novos espaços têm capacidade de atendimento quatro vezes maior; custo menor de construção e manutenção; mais conforto e qualidade em relação às creches atuais. "Uma das nossas preocupações nesta gestão é ofertar o melhor com o menor custo e tempo. Ou seja, obras com agilidade, menos recursos, qualidade idêntica ou superior na estrutura e muita excelência nos serviços prestados à população", afirma a presidente da ECOS, MarinésiaMakatsuru.

Após o Chamamento Público, ficou definido que o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Minas Gerais (IDES-MG) será responsável pela creche no bairro Angola. A classificada para administrar a unidade no Vila Cristina foi a Creche Lar Criança Feliz e o Centro de Assistência Social Ebener irá gerir a creche no Citrolândia.

Inscrições para as vagas das novas creches serão nos feitas nos dias 31 de julho e 1º de agosto.
Confira os endereços:
Creche Vila Cristina : rua Passa Tempo, bairro Vila Cristina.
Creche Citrolândia : rua Pedro João José, bairro Citrolândia.
Creche Angola : rua Sebastião Alves do Vale, bairro Guarujá.

Vila Cristina e Citrolândia
Com uma área construída de 1.435,9 m², para cada uma, as creches foram planejadas para prover muito mais que o lado cognitivo das crianças, mas também ofertar uma educação voltada para o desenvolvimento de um ser humano integral - o que é primordial durante a primeira infância. Os modernos prédios contarão com 15 salas de aula mais arejadas, dois berçários, fraldário, lactário, vestiários masculino e feminino, vestiários para pessoas com deficiência, cozinha, refeitório, áreas para higienização de alimentos e vasilhames, dispensas para alimentos e vasilhame, dispensa para materiais de limpeza, área de serviço, almoxarifado, secretaria, salas para os professores e diretoria, jardim e pátio externo para o lazer das crianças.

Angola
A creche atenderá 354 crianças de 0 a 5 anos. O projeto arquitetônico conta com 14 salas, um berçário, cozinha, refeitório, área para administração, vestiários e quatro banheiros - dois para o uso de pessoas com deficiência (PCD). O terreno tem 2.212 m² e contará com 1.414.25 m² de área construída. A obra tem o investimento de R$ 1,4 milhão e será arcado pela Viação Santa Edwiges, em contrapartida à doação de uma área na Fazenda Cachoeira e Boa Vista, garantida por meio da Lei 5.802, de 2014.

Outras creches
Com recursos do governo federal, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) os bairros Paquetá, Vila Verde, Petrovale, Cidade Verde, Capelinha e Conjunto Habitacional Celso Alves Pedrosa receberão novas unidades, além do bairro Betim Industrial e Alterosas. Ainda não há previsão para as respectivas inaugurações.

Educação de Jovens e Adultos
Estudantes maiores de 15 anos poderão terminar o ensino fundamental e melhorar o currículo para o mercado de trabalho. Para a modalidade "Presencial não Formal" , as inscrições são realizadas durante todo o ano, e para a "Presencial Semestral" , no período de 5 a 26 de agosto. Para garantir a vaga, o aluno interessado deve ir até a escola credenciada que desejar estudar. As aulas são de segunda a quinta-feira, das 18h às 21h30. As aulas também retornam em 1º de agosto. Em 2018, foram quase 2,3 mil alunos matriculados na modalidade presencial semestral e não formal.
Informações: 3594-4608 e 3531-2404

Noite Inclusiva inicia atividades do segundo semestre de 2019
O Centro de Referência e Apoio à Educação Inclusiva Rafael Veneroso (Craei-RV), ligado à Semed, promove na próxima sexta-feira, 9, uma nova edição da Noite Inclusiva. O evento reunirá, no auditório Ady Rosa de Freitas, no Centro Administrativo, educadores da rede municipal, profissionais de áreas afins, palestrantes e convidados. O tema discutido com o publico será ¿A escola livre de violência: um percurso sobre cenários e possibilidades de melhorias¿. O objetivo é de caracterizar as formas de violência praticadas contra e pelos estudantes, em diversas faixas etárias. Medidas de atenção à saúde física e mental das vítimas e agressores nas escolas serão debatidas, além de discutir sobre as possíveis ações preventivas. A palestrante convidada é a Eloisa Márcia da Silva Tampieri, especialista em psicopedagogia.
Informações: (31) 3532-2389

Adicionar comentário

Este espaço é fornecido para que os internautas possam expressar suas opiniões sobre o artigo postado. Para outros comentários clique aqui.



Publicidade