Faixa com ameaça à funcionária de creche após suposto assédio viraliza

05-04-2019aFoto: Reprodução/Rede Social

Uma faixa afixada em uma praça do bairro Conjunto Olímpia Bueno Franco, viralizou na internet e gerou polêmica. Isso porque, na mensagem, a funcionária de uma creche da região é acusada de estar assediando o marido de outra mulher. Na mensagem, afixada em uma praça em Betim, uma mulher ameaça a trabalhadora fisicamente se essa continuar “se oferecendo para o marido dela". A educadora ainda é ofendida com palavras de baixo calão.

A reportagem conversou com o pai de uma das crianças que estuda na instituição de ensino e que afirmou ter sido assediado pela funcionária da creche há pelo menos seis meses. O homem de 33 anos, que pediu anonimato, disse que uma das situações de assédio foi flagrada pela mulher dele, que no momento do suposto assédio, quis tirar satisfações com a educadora, mas que foi impedida por ele.

“Em duas vezes que ela deu de cima de mim, eu estava sozinho. Mas na terceira, ela deu azar, passou a mão no meu peito e minha esposa acabou vendo. Minha mulher queria sair do carro e bater nela, mas eu não deixei. Depois, a gente queria processá-la, mas desistimos”, afirmou o homem.

Ainda de acordo ele, apesar dos assédios estarem ocorrendo há mais tempo, ele preferiu não tomar uma atitude mais drástica com receio de que a funcionária prejudicasse o filho dele. O homem também negou que ele ou a esposa tenham colocar a faixa na praça.

“Minha esposa achou que eu estava tendo um caso com ela, porque ela ficava pegando no meu braço, no peito. Uma vez ela me disse que sou um homem grande forte e que, por isso, eu devia ser bom para fazer sexo. Ela já pediu meu telefone, perguntou o que faço da vida, se tenho vontade de ter mais filhos. Nunca dei essa deixa para ela. Ela não é meu perfil. Sou casado há 12 anos. Denunciei ela na Secretaria de Educação duas vezes, mas não quis fazer mais nada com medo de ela fazer alguma coisa com meu filho na creche”, justificou-se.

A reportagem tentou falar coma funcionária da creche, sem sucesso. A instituição é conveniada da prefeitura. Por e-mail, a Secretaria de Educação de Betim informou que a faixa foi retirada do local na manhã desta sexta-feira (12), e que a Polícia Civil foi acionada e vai investigar o caso.

A imagem da faixa repercutiu nas redes sociais. Confira alguns comentários:

"Quando penso que ja vi de tudo me aparece esta kkkk so Jesus"

"Tem gente que não pode ver uma vergonha que já quer passar. Agora a coordenadora da creche registra um BO e processa a bonita que mandou colocar a faixa aí por calúnia, difamação e ameaça contra a integridade física."

"Pq não quebra a cara do maridoO"

"Se a moda pega kkkkkk

Adicionar comentário

Este espaço é fornecido para que os internautas possam expressar suas opiniões sobre o artigo postado. Para outros comentários clique aqui.



UPA Betimonline