facetwitter

Suspeito de integrar grupo de extermínio e cometer mais de 100 homicídios é preso em Betim

A Polícia Civil apresentou na manhã desta segunda-feira Josenildo Alves da Silva, de 28 anos, suspeitos de fazer parte de um grupo de extermínio e assassinar 109 pessoas. Os crimes teriam sido cometidos no Rio Grande do Norte, mas o homem foi preso em Betim, onde estava foragido.

O grupo homicida atua na cidade de Ceará-Mirim, que tem cerca de 78 mil habitantes. Conforme a investigação, em um ano o bando teria cometido 121 homicídios. O bando se apresentava como justiceiro, e as vítimas seriam criminosos da região. Oito integrantes foram identificados, sendo que dois ainda são procurados e seis foram presos.

Ao perceber que cerco policial se fechava contra ele no Rio Grande do Norte, Josenildo fugiu para o bairro Santa Cruz, onde trabalhava como vendedor.

Comentários   

 
Juliana
0 #1 Juliana 13-06-2018 12:12
Se não bastasse os marginais que tem aqui, ainda vêm essas pragas pra cá.
Citar
 

Adicionar comentário

Este espaço é fornecido para que os internautas possam expressar suas opiniões sobre o artigo postado. Para outros comentários clique aqui.



Publicidade