facetwitter

Campanha contra a gripe é prorrogada até 15 de junho

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) prorrogou até 15 de junho, conforme definição do Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe. A imunização é oferecida nas 34 Unidades Básicas de Saúde do município. Os grupos prioritários são: crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas até 45 dias após o parto, trabalhadores da saúde, pessoas com 60 anos ou mais, professores, indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, jovens de 12 a 21 anos que estão cumprindo medidas socioeducativas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis.

De acordo com dados da Central de Vacina da Vigilância em Saúde, a meta de cobertura vacinal para cada grupo é de 90%. “Até a quinta-feira, 7 de junho, apenas o grupo de puérperas atingiu a meta, com 90,71%. Os grupos com a cobertura mais baixo são gestantes, 52,84% e crianças, 54%”, explicou a enfermeira da Central de Vacina, Úrsula Santos. A vacina é fundamental para a prevenção contra doenças. Para garantir a imunização é fundamental que as gestantes e mães, pais ou responsáveis pelas crianças procurem a UBS para receber a dose.

É importante levar um documento de identificação e o cartão de vacina. A dose é contraindicada para alérgicos a ovo ou alérgicos a algum componente da vacina. Pessoas acamadas ou residentes de casa de repouso recebem atendimento domiciliar por meio da equipe da Unidade Básica de Saúde de referência. Neste ano, a dose previne contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B.

A gripe atinge o sistema respiratório, sendo uma infecção causada pelo vírus Influenza. Se a doença não for tratada pode provocar complicações graves - e até a morte. Os sintomas são febre, fadiga, dor de cabeça, tosse, dor de garganta e muscular. A gripe é transmitida por meio de secreções de uma pessoa contaminada para outra, além de tossir, espirrar ou no toque pelas mãos.

Adicionar comentário

Este espaço é fornecido para que os internautas possam expressar suas opiniões sobre o artigo postado. Para outros comentários clique aqui.



Publicidade